sábado, junho 30, 2007

Por Blogs já antes navegdos...

Há pouco tempo descobri que a cantora Manuela Bravo tinha um blog, pesquisei e gostei por isso deixo aqui a indicação de como chegar até ele.
Podem visitar o blog em http://manuelabravo44.blogspot.com/
Aproveito também e deixo aqui uma recordação que ficou na cabeça de muita gente nesta altura.
O seu "Sobe, sobe, balão sobe..."

quinta-feira, junho 28, 2007

Sugestões para o fim-de-semana

3 Graças e 6 Sentidos
A 1ª vez que esta peça foi levada a cena foi em 2003, agora está de volta com novas interpretações.
De autoria e encenação de Miguel Mestre, esta peça prima pela originalidade e frieza com que assuntos como sexo, drogas, violência doméstica entre outros temas são tratados.
Agarrando o público sentados nas cadeiras até quando eles bem quiserem, quem for assistir a este espectáculo vá preparado para algumas surpresas e mais não digo, se não onde é que ficava a piada...

Veja também em http://www.youtube.com/teatrocontrasenso
No Auditório da Flamenga pelas 21.30 este sábado.
Entradas € 6,00

Feira Internacional de Artesanato
Na FIL mais um ano a FIA chega até ao público.
Nesta feira pode ver artesanato e outras coisas mais, provenientes de todos os cantinhos do mundo.
Quem pensar em decorar a casa, leve a carteira recheada, pois a oferta é tal, que é quase impossível sair de lá de mãos a abanar.
Mas negocie com os vendedores, imagine-se como se estivesse num daqueles mercados marroquinos e tente trazer uma peça que custava € 45,00 pelo menos por € 35,00.
Foi o que fiz no outro fim –de – semana e finalmente tenho um lindo casal de gatos (de madeira) a dar as boas vindas lá em casa.
Aproveite leve barriga para comer numa das muitas tasquinhas que por lá existe.

Terra do Zeca
Este é o nome do disco que é uma homenagem a Zeca Afonso.
Será apresentado amanhã no Teatro da Luz pelas 22.00 horas.
Terá participações de Dulce Pontes, Maria Anadon, Filipa Pais, e Uxia.
A entrada é livre.

O meu primeiro festival...
De certeza que já ouviu falar disto, principalmente se ai por casa tem crianças.
Este fim-de-semana leve os seus pimpolhos ao Parque dos Poetas em Oeiras e veja como eles ficam felizes quando virem o Noddy, o Bob o construtor, Oliver e Benjy, as Bratzs , entre outros ao vivo.

Um bom fim-de-semana.

quarta-feira, junho 27, 2007

E se de repente...

...tivesse uma necessidade de mexer compulsivamente as suas pernas e pés, como se milhares de formigas percorressem as suas veias?
Já alguma vez sentiu isto? Não? Então parabéns, porque a este sintoma chama-se Síndroma das Pernas Inquietas, é um termo que de médico não tem nada, mas acreditem que é sentido por muitas pessoas em Portugal, estima-se que entre 500 mil a um milhão de portugueses.
É uma doença neurológica, mas não nervosa, antes cerebral.
Existe ainda uma baixa percentagem de médicos portugueses que a diagnosticam. Não é curável, no entanto tem tratamento e os doentes conseguem alcançar uma melhor qualidade de vida quando são medicados.
Eu posso vos dizer que sinto na pele esta questão, normalmente os sintomas aparecem à noite, após um dia de cansaço extremo em que só queremos é a nossa cama, mas assim que nos deitamos começamos a sentir um género de picadas nas pernas, um desconforto geral dos membros inferiores, uma vontade incontrolável de mexer as pernas. É uma situação um bocado desesperante, principalmente quando estamos a dormir com alguém ao nosso lado. Nessas alturas prefiro levantar-me, molhar as pernas e os pés, passar um creme hidratante e fazer um chá calmante.
Ainda custa a adormecer, o problema é sobre a manhã, que por mais que queiras abrir os olhos, eles pesam toneladas, sentes um cansaço imenso e durante todo esse dia é como se andasses a planar, como se nem sequer tivesses os pés no chão.
Agora consigo entender este incomodo, após ter lido as explicações no Jornal Metro de 26-06-07.

Procurem mais informações por exemplo em http://www.fibromialgia.com.br

Por Entre Tachos e Panelas

De vez em quando gosto de “inspeccionar” as gavetas lá de casa e fico surpreendida com a quantidade de revistas de culinária que estão esquecidas há já alguns anos. Nessas revistas descobrem-se verdadeiros tesouros, umas coisas mais fáceis outras nem tanto, mas só de olhar para as fotos, cresce água na boca.

Lombinhos de porco no forno agridoces
(Receita retirada da revista Cozinha Guia - Especial Dezembro 97
Ingredientes:
- 3 Lombinhos de Porco
- 9 Fatias de Toucinho ou Bacon
- 2 Laranjas
- 3 Colheres sopa Açúcar
- 3 Colheres sopa Vinagre
- 1 dl de Caldo de Aves
- 1 dl de Sumo de Laranja
- 12 Cebolinhas
- 1 Chalota (opcional)
- 1 Colher de chá Maisena
- 50 gr. Margarina
- Sal e Pimenta q.b.
- 1 dl. Cointreau ou Vinho do Porto branco
Preparação:
Descasque as laranjas. Corte a casca em tiras e a polpa em gomos não muito grossos, tenha o cuidado de retirar o máximo de pele branca.
Branqueie a casca da laranja em água a ferver, deixe arrefecer, escorra e ponha a macerar no Cointreau, cerca de duas horas.
Tempere os lombinhos com sal e pimenta, envolva cada um em três fatias de toucinho, prendendo se necessário com palitos.
Coloque-os num tabuleiro, juntamente com os gomos de laranja e leve a assar em forno pré - aquecido a 200º, cerca de 20 minutos.
Vire a carne várias vezes para que alourem por igual.
Leve 2 colheres de açúcar ao lume até estarem em caramelo, adicione o vinagre e deixe reduzir em lume brando.
Junte a chalota picada, o caldo e a maizena diluída no sumo de laranja e as casacas da laranja já escorridas. Ferva uns minutos e adicione a margarina.
Descasque as cebolinhas e leve a cozer em água com sal até ficarem tenras. Escorra-as bem. Leve ao lume as cebolinhas a saltearem num pouco de margarina, quando começarem a alourar junte uma colherzinha de açúcar.
Por fim, regue os lombinhos com o molho de laranja e as cebolinhas.
Retire as fatias de Toucinho no caso de não as apreciar.
Sirva com uma boa salada e arroz branco.
Bom apetite.

Pêssegos no forno:
(Receita retirada da Revista Tele - Culinária n. 667 Especial Natal 91)
Ingredientes:
- 4 metades de Pêssego em calda
- 4 Quadradinhos de Chocolate
- 4 a 6 Colheres de chá de licor a gosto (ou Vinho do Porto)
- 1 Clara
- 2 Colheres sopa Açúcar
Preparação:
Escorra bem as metades dos pêssegos.
Coloque-as numa forma ou pirex de ir ao forno com a parte côncava virada para cima. Em cada um coloque um quadradinho de chocolate e uma colher de licor. Bata a clara em castelo e junte-lhe o açúcar, batendo sempre até obter um suspiro firme.
Em cada metade de pêsego, coloque um pouco de suspiro.
Leve ao forno bem quente, cerca de 5 minutos para dourar o suspiro e derreter um pouco o chocolate.
Esta receita pode ser feita com pêssegos da época.
Bom apetite.

sexta-feira, junho 22, 2007

Sugestões para o fim-de-semana

“Esboço do Destino” – O Sucesso após a estreia...
Após o sucesso da estreia no passado fim-de-semana com casa cheia. O Grupo de Teatro G.B. 22 de Maio, a pedido de muitas famílias, volta a repetir esta sexta-feira a sua nova peça “Esboço do Destino”.
Eles esperam por vós pelas 22.00 horas.

“Salazar – The Musical”
Sim, um musical sobre Salazar. Como eles próprios dizem, venha ver...mas se não vier, ninguém vai a correr atrás de si para prende-lo.
Uma ideia original dos actores José Pedro Vasconcelos e Miguel Melo e do encenador John Mowat, este texto conta-nos a vida de Salazar desde pequeno até á celebre queda da cadeira, aliás o cenário funciona todo com base em cadeiras.
Venha divertir-se com as peripécias musicais no Teatro Villaret de terça a sábado pelas 21.30 horas e ao domingo pelas 16.30 horas.

Jesus Cristo Super Star
Esta é a nova produção de Filipe La Féria, mas desta vez não é em Lisboa, mas sim no Rivoli no Porto.
Conta quem sabe, que esta é mais uma mega-produção a que La Féria já nos habituou. Apesar de já ser uma história com muitos anos, toda ela é apresentada de uma forma moderna e arrojada, deixando o espectador preso na cadeira até ao último minuto.
Resta agora ao público lisboeta esperar que Jesus deixa à capital, para deixarmo-nos encantar pela magia do teatro musical.
No Teatro Rivoli de terça a sexta-feira pelas 21.30 horas, sábados às 17.00 e 21.30 horas e domingos às 17.00 horas.

Crafts & Design este domingo
Mais uma edição desta feira no Jardim da Estrela, desta vez como tema “Cultura Alfacinha”. Para além da feira poderá assistir também ao desfile da Marcha da Madragoa e ainda à actuação da Joana Grupo de Teatro.
Domingo das 9.00 ás 19.00 horas.

Arraial na Incrível
Amanhã a partir das 22.30 horas porque não dar um pulinho até à Incrível Almadense e divertir-se no arraial.
Para além dos petiscos, poderá ainda espreitar uma feira de novos artesãos.

Um bom fim-de-semana.

terça-feira, junho 19, 2007

Por Entre Tachos e Panelas

Rolinhos de Peixe Gratinados com Camarões
(Esta receita foi retirada da Tele- Culinária nº 667)
Ingredientes:
- 8 Filetes de peixe, limpos e espalmados
- 8 Camarões
- 8 Fatias de Presunto
- 50 gr. Manteiga
- 60 gr. Farinha de Trigo
- 1 Cubo de Caldo Peixe
- 0,5 l Leite
- 2,5 dl. Natas
- Sal, Pimenta, Noz-Moscada e Sumo de Limão q.b.
- 1 Colher Sopa de Queijo Parmesão
- Manteiga para Untar
Para Acompanhamento:
- Puré de Batata, não muito mole
- 1 Gema de Ovo
Preparação:
Coza e descasque os camarões. Sobre cada filete, coloque uma fatia de presunto e um camarão, enrole sem apertar muito. Unte com manteiga um pirex e, com um saco de pasteleiro disponha em volta o puré de batata. Pincelo-o com a gema de ovo batida e, no meio coloque os rolinhos de peixe. Num tacho, leve ao lume a farinha dissolvida no leite, o cubo de caldo e a manteiga, vá mexendo até ferver, junte depois as natas, mexa de novo até borbulhar. Retire do lume. Tempere com sal, pimenta, noz-moscada e sumo de limão e deite sobre o peixe. Polvilhe com queijo ralado e leve ao forno bem quente, cerca de 25 minutos até alourar.
Bom apetite.

Tarte de queijo e marmelada
(Esta receita foi retirada da Caras Especial Culinária 2001)
Ingredientes:
- 3 Folhas de Gelatina
- 2 Ebalagens de queijo fresco em creme (tipo Philadefia)
- 6 Colheres sopa Açúcar
- Meio Litro de Nata batida
- 1 Base fina de bolo
- 1 Cálice Vinho Moscatel
- 500 gr Marmelada
Preparação:
Demolhe as folhas de gelatina em água fria cerca de 20 minutos. Misture o queijo com o açúcar, batendo até ficar um preparado homogéneo.
Escorra a gelatina e derrete-a em 2 colheres sopa água quente. Junte ao creme de queijo e adicione a nata batida.
Unte uma forma de semi-frio (fundo amovivél) com margarina e ponha a rodela de bolo no fundo. Salpique com o vinho Moscatel e cubra com o creme de queijo. Guarde no frigorífico.
Dilua a marmelada em algumas colheres de água e espalhe sobre o creme de queijo, depois de coalhado.
Guarde no frigorífico até servir.
Esta tarte pode ser feita por camadas, só é necessário que em vez de uma rodela de bolo, utilize duas, intercalando com o creme de queijo.
No caso de não gostar de marmelada, substitua por um doce á sua escolha.
Bom apetite.

sexta-feira, junho 15, 2007

Sugestões para o fim-de-semana

Gostava de criar a sua própria jóia?
Este fim-de-semana na Casa de Santa Maria vai existir uma workshop intitulado “Faça a sua jóia em prata”, onde pelas orientações de designers e artificies vai poder criar a sua jóia em prata e com aplicações de pedras semi - preciosas.
Mais informações e inscrições no nº 214 815 382

“Esboço do Destino”
Este é o título da nova peça de teatro do Grupo G.B. 22 de Maio da Idanha.
De autoria de Vítor Nunes e com encenação de Mauro Barata e Sandra Cabaços, esta peça conta a história de um escritor pouco inspirado, que tem em mãos a “vida” de uma família dos anos 70.
Vai poder assistir a Amor, ódio, inveja, hipocrisia, vai poder reconhecer sentimentos que por algum motivo, já alguma vez lhe passaram pela cabeça.
Este sábado, dia 16 pelas 22.00 horas na colectividade que representam e domingo dia 17 pelas 16.00 no Centro Lúdico das Lopas (Agualva - Cacém) pelo 1º Encontro de Grupos de Teatro da Junta Freguesia de Agualva – Cacém.
“Que comece a vida...”

Imagina como era ir à praia em 1930?
Não? Pois agora já pode ter uma ideia se visitar a exposição fotográfica “Memórias de Verão: A Costa do Sol e o Estoril nos anos 30”, que se encontra no Espaço Memória dos Exílios em Cascais.
Para mais informações 214 825 330 .

O “Verão Azul” é-lhe familiar?
Lembra-lhe algo, mas não está a ver o quê? Amanhã pelas 22.00 horas no Santiago Alquimista vai poder ver de novo esta série, assim como ouvir bandas dos anos 80 como os The Cure, entre outras.
A entrada custa cinco euros.

E que tal um gelado de Mirtilo e Carapinhão?
É já a seguir....então vá até à Geladaria Emanha no Parque das Nações (Rua Ilha dos Amores) e prove um dos mais de cem sabores que esta casa oferece....
Todos os dias das 20.00 até à 0.00 horas.

Um bom fim-de-semana.

terça-feira, junho 12, 2007

Por Entre Tachos e Panelas

Como estamos já a entrar no Verão e já não apetece comer coisas muito pesadas, deixo duas receitas leves e bastante fáceis de fazer.

Crepes recheados
Ingredientes:
- 125 gr. Farinha
- 2 Ovos
- 2 dl. Água
- 2 dl. Leite
- 1 Colher sopa Margarina
- Sal e Pimenta a gosto
- Ovo batido q.b.
- Pão ralado q.b.
- Óleo q.b.
Preparação:
Bata os ovos inteiros, adicione-lhes a farinha aos poucos, depois junte a água e o leite.
Derreta a margarina e adicione à massa. Tempere com sal e pimenta.
Numa frigideira antiaderente deite mais um pouco de margarina (cerca de 1 colher de chá) e deixe derreter. Com uma colher de sopa vá deitando massa (1 colher = 1 crepe), deixe alourar, vire e deixe alourar do outro lado.
Recheie os crepes com os seus ingredientes favoritos: esparregado, cogumelos, recheio de camarão, carne picada, etc.
Bata o ovo e num prato coloque o pão ralado. De seguida passe os crepes pelo ovo e o pão ralado e leve a fritar até estarem louros.
Sirva com uma salada e/ou arroz branco.
Bom apetite.

Crepes doces:
Ingredientes:
- Os mesmos que os crepes salgados, mas alterando o sal e a pimenta por 1 colher de sopa de açúcar e junte a raspa de uma laranja à massa.
Preparação:
Faça os crepes da mesma maneira. Sirva com uma bola de gelado e/ou frutas fatiadas (morangos, laranja, manga, etc).
Ou então monte um bolo com os crepes, alternado um crepe, um pouco de gelado à sua escolha, um crepe, fruta fresca fatiada, etc, até acabarem todos os crepes. Sirva fresco.
Bom apetite.

sexta-feira, junho 08, 2007

Sugestões para o fim-de-semana

Maravilhas do mundo em areia
Desde há uns meses para cá que não se fala de outra coisa se não nas maravilhas do mundo, então propoÊ/o que c¬o esteja pelos Allgarves???, vá até Algoz e visite o trabal/o dos artistas que moldam a areia no 5ª Festival Internacional de Esculturas em Areia.

Tem o costume de andar de eléctrico?
Se sim ainda bem, porque é fantástico, se não agora tem uma óptima oportunidade para o fazer.
O eléctrico 28 que sai do Martim Moniz e vai até aos Prazeres, agora para além de transporte público traz consigo toda a magia do fado.
Até dia 1 de Jul/o, de quinta a domingo, espere por ele entre as 16.00 e as 18.00 horas e no horário nocturno das 19.00 às 21.00 e surpreenda-se ouvindo as novas vozes do nos¬o fado.

Oeiras “ao vivo”!!
É fã de festivais de verão e concertos ao ar livre? Então não pode perder entre hoje e domingo a ondaaa de bandas que vão passar no evento Oeiras Alive.
Faço apenas referência a algumas que vão passar por lá:
Sexta:
Blasted Mecanism
(20.00 horas)
Pearl Jam (23.40 horas)

Sábado:
Capitão Fantasma
(20.10 horas)
The Smashing Pumpkins (23.45 horas)

Domingo:
Da Weasel
(21.15 horas)
Buraka Som Sistema (00.30 horas)

Abrigo Temporário no G.B. ...
A Oficina de Teatro de Almada apresenta “Abrigo Temporário” pelas 22.00 horas no sábado, no G.B. 22 de Maio na Idanha.
Entrada Gratuita.

Mais informações em http://gb22maioteatro.blogspot.com/

Um bom fim-de-semana.

terça-feira, junho 05, 2007

Uma carta de amor... - Parte II

Nick Cave and The Bad Seeds - Love Letter

I hold this letter in my hand
A plea, a petition, a kind of prayer
I hope it does as I have planned
Losing her again is more than I can bear
I kiss the cold, white envelope
I press my lips against her name
Two hundred words. We live in hope
The sky hangs heavy with rain

Love Letter Love Letter
Go get her Go get her
Love Letter Love Letter
Go tell her Go tell her

A wicked wind whips up the hill
A handful of hopeful words
I love her and I always will
The sky is ready to burst
Said something I did not mean to say
Said something I did not mean to say
Said something I did not mean to say
It all came out the wrong way

Love Letter Love letter
Go get her Go get her
Love Letter Love letter
Go tell her Go tell her

Rain your kisses down upon me
Rain your kisses down in storms
And for all who'll come before me
In your slowly fading forms
I'm going out of my mind
Will leave me standing in
The rain with a letter and a prayer
Whispered on the wind

Come back to me
Come back to me
O baby please come back to me

Uma carta de amor...

Escrever uma carta de amor, será que ainda alguém se lembra de como se faz isso? Eu acho que nunca escrevi nenhuma. Em tempos que já lá vão há muito tempo, os nossos avós é que as escreviam primorosamente.
Se eu escrevesse uma como é que seria? É difícil....

“Amor, como é difícil explicar o inexplicável... como é complicado descrever algo que nos preenche o peito dando-nos força para tudo.
Embora ás vezes pareça que não, essa força, esse calor está lá não nos deixando cair por completo...
Nos momentos que estamos longe fisicamente um do outro, existe sempre um sinal que me dá conta que estás ali perto... em pensamento!
Um arrepio na espinha, a pele a ficar “galinha” e quem sabe mais o quê.
Mas estás lá, eu sinto, fazes-me mover, fazes-me correr atrás do perfeito imperfeito que a vida ao nosso redor é...
Em horas mortas, tu és o minuto que dá vida.
E nos momentos que nos unimos num abraço, tudo se completa, o beijo, o odor, a pele na pele, a mão na mão, tudo se funde num único sentimento... o amor!
Ao teu lado sou mais... mais feliz, mais humana, mais tudo... e principalmente mais mulher!
Tal como te disse uma vez...tenho uma coisa muito importante para te dizer... é que eu já não gosto de ti!!
Não, não te assustes, eu já não gosto de ti... porque cada vez te amo mais!”

Olha, afinal até consigo escrever uma carta de amor, sabes qual é o segredo?
É deixar voar as asas do coração...

Por Entre Tachos e Panelas

Salada de Fiambre de Peru grelhado
Ingredientes:
- 6 Fatias de Fiambre de Peru com 1 dedo de altura
- 1 Alface média
- 1 Tomate médio
- Ervas para temperar salada
- 2 Iogurtes naturais ou azeite e vinagre para temperar
- Sal q.b.
Preparação:
Grelhe as fatias de fiambre até ficarem com uma cor dourada. Corte em cubinhos e reserve.
Lave e arranje a alface, corte-a em juliana grossa, lave os tomates e corte-os em cubos.
Numa saladeira misture os ingredientes em cima referidos, tempere com sal e um pouco de ervas, depois bata os dois iogurtes e coloque por cima da salada, em opção tempere com azeite e vinagre a gosto.
Esta salada pode ser feito com fiambre normal, fiambrino (fiambre redondo), mortandela ou mesmo salame.
Bom apetite

Suspiro gelado de morangos
Ingredientes:
- 200 gr. Morangos
- 2 Pacotes de Natas
- 3 Claras
- Gelado de morango ou baunilha a gosto
- Açúcar q.b.
Preparação:
Lave e arranje os morangos (tire os pés, reserve 4 para a decoração), corte-os em pedacinhos.
Bata as natas até ficarem em chantilly (deite um pouco de açúcar quando as natas já estiverem bem batidas), bata as claras até ficarem em castelo. Junte-as ao chantilly e bata de novo até ficarem bem incorporadas.
Num recipiente de levar ao frio (taça) comece por colocar uma camada de morangos, depois uma camada de gelado e por fim uma camada de suspiro, vá repetindo esta operação até os ingredientes acabarem.
Leve ao frio por algumas horas, enfeite com morangos e por opção amêndoas torradas em lascas.
Bom apetite

sexta-feira, junho 01, 2007

Sugestões para o fim-de-semana

Já ouviu falar das Berlengas?
Com certeza que sim. E que tal este fim-de-semana ter a oportunidade de as conhecer melhor através de uma caminhada?
Para mais informações vá até à página
www.PAPA-LEGUAS.com

Casa de Bonecas
É o nome da mais recente peça da Companhia de Teatro de Sintra/ Chão d’Oliva.
O texto é de Ibsen e está em cena até dia 24 de Junho de quinta a sábado às 21.30 horas e aos domingos às 16.00 horas.
Mais informações contacte 21 923 37 19 ou ainda em chaodeoliva.com

Tapa-Furos no Teatro da Trindade
O Grupo Teatro Tapa-Furos apresenta a sua nova peça de nome “Liberdade, liberdade”, no Teatro da trindade até dia 2 de Junho.

Para mais informações contactar 213 420 000.

Robin no Jardim Botânico da Ajuda
O Grupo Teatro Infantil Animarte apresenta neste jardim de Lisboa até dia 8 de Julho, a sua nova peça de nome Robin dos Jardins.
Mais informações em 21 453 12 77 ou ainda em grupoanimarte.com

A cerejar por Resende...
Este fim-de-semana ocorre em Resende o VI Festival da Cereja, pode assistir a muita animação popular e provar este fruto.

Jazz nos Jardins de Lisboa
No mês de Maio surgiu uma nova actividade, que é dar concertos de Jazz nos jardins públicos de Lisboa.
Este domingo pode assistir a este evento nos Jardins do Campo Grande pelas 17.00 horas. Poderão ainda relaxar sentados em puffs e beber um agradável chá.
Lisboa já precisava de uma coisa assim...

Um bom fim-de-semana.

Ser Criança é...

Ser criança é ser amada, é sentir acarinhada mesmo quando levamos um “raspanete”...
Ser criança é poder brincar nem que seja com uma folha de papel, é imaginar mil e uma histórias de encantar....
Ser criança é saber discernir o bem do mal, é sentir que podemos dar a mão a quem precisa de nós...
Ser criança é aprender que a vida é bonita, é viver cada dia a pensar que o futuro vai ser melhor...
Ser criança... todos nós já fomos crianças,
Todos nós ainda somos crianças... basta ter a capacidade de sonhar e fazer sonhar os outros...
Ser criança... é ter a capacidade de educarmos as nossas crianças a serem uns adultos melhores...
Para que um dia, eles possam também dizer...
Eu ainda sou criança!


Sandra

O fumo que incomoda...

Imagem retirada de http://cat_3105.blogs.sapo.pt/
Ontem comemorou-se o Dia Mundial sem Tabaco e no Jornal Destak fazia-se referência a um estudo da Marktest em que se confirmava que 2/3 da nossa população nunca tinha fumado na vida.
Eu pertenço a essa parte da população, nunca fumei porque nunca senti necessidade disso para me afirmar perante a sociedade, como faziam tantos/as colegas minhas, nunca fumei porque assumi um compromisso/promessa aos 16 anos que nunca o faria, nunca fumei porque sempre me habituei a ver fumar o meu avô, o meu pai e depois o meu irmão e sempre achei o cheiro simplesmente repugnante (que me desculpem quem fuma).
Hoje na minha família já ninguém o faz e ainda bem... mas não me esqueço do cheiro que as roupas do meu pai tinham, dos ataques de tosse matinais, do cheiro a tabaco misturado com mau hálito que uma professora de inglês tinha.
Hoje perto de mim tenho algumas pessoas que fumam, mas já não fumam tanto como até há uns meses atrás...
Dificilmente esquecerei o sofrimento de uma colega minha que até não fumava e que lhe foi detectado cancro dos pulmões e ainda mais difícil de aceitar, era as pessoas que me vinham perguntar por ela... de cigarro na mão... nessas alturas só me apetecia perguntar se não tinham vergonha na cara???
Eu até entendo que quem fuma se sinta injustiçado agora que tanto se ouve falar em multas para quem seja apanhado a fumar num local que não seja permitido, mas eu pergunto, já pensaram como é que se sentem as pessoas que não fumam e que querem fazer um simples acto de sair (à noite ou não) para um bar ou para um restaurante em que não exista um local para não fumadores? Eu falo por mim...sinto-me sufocada!
Pela sua saúde, pela sua carteira, por um mundo mais puro (se é que ainda se pode sonhar com tal coisa?? ), deixe de fumar!