sexta-feira, dezembro 29, 2006

Abecedário de 2006

Do ano que agora termina, tenho algumas recordações, umas boas, outras nem tanto assim; mas começando pela primeira letra:

A: Ano Novo. Não comecei o ano de 2006 da melhor maneira, mais uma vez comi passas com champanhe e caiu-me mal, o resultado foi estar pelo menos dois dias sem conseguir comer nada que não fosse “Água de arroz”, nesta passagem de ano quero vê-las bem longe de mim.

B: Blogs. Este ano foi o meu ano de descoberta neste tipo de comunicações virtuais. Não me contentando com um, fiz mais dois blogs e ainda participo num outro.

C: Carlos, mais um ano que passei junto de ti. Juntos partilhamos risos, amor, tristezas, momentos bons e maus, que muitos mais anos sejam assim, que consigamos sempre dar o nosso ombro, a nossa mão um ao outro independentemente do momento.

D: Desejos: Desejo que este ano que se aproxima seja um ano bom, que as surpresas que nos reserva sejam agradáveis e que todos os que me acompanham tenham muita saúde e força para enfrentar as adversidades da vida.

E: Escrever. A escrita é para mim algo de importante, para extravasar sentimentos, ideias. Este ano consegui escrever algumas coisas de cariz totalmente diferente, desde pequenos textos para o blog e também 2 peças de Teatro, o que me dá realmente muito prazer.

F: Falar. A falar é que nós nos entendemos. Nem sempre isso acontece, mas é bom falar e deixar falar os outros. A troca de ideias é fundamental para quem vive em sociedade.

G: Não me recordo de nada.

H: Não me recordo de nada.

I: Imagens. Deste ano guardo muitas imagens comigo de situações totalmente diferentes. Não esquecerei a neve que caiu este ano em Janeiro, o fogo de artifício no Parque das Nações, descobrir cantinhos escondidos neste nosso Portugal e as largas dezenas de pessoas que estavam no cemitério no dia 1 de Novembro.

J: Não me recordo de nada.

L: Livros. Este ano li alguns livros interessantes tais como: “Enquanto dorme Salazar”, “Varanda das Gardénias”.

M: M.M. É bom voltar a poder falar contigo.

N: Neco. O Neco fez parte das nossas vidas durante cerca de seis anos. Continuamos a ter muitas saudades dele e só com o tempo iremos conseguir superar a dor pela forma como nos deixou.

O: Ouvir os outros, gosto de ouvir as outras pessoas falar, com as suas opiniões tiro ilações para a minha vida.

P: Palco. Este ano esta palavra voltou a ter algum sentido na minha vida. Não sei se assim será durante muito mais tempo, mas o futuro o dirá.

Q: Não me recordo de nada.

R: Revolta. Revolto –me contra algumas coisas que assisto. Com as mentiras da classe politica, com injustiças que vejo serem cometidas.

S: Sentimentos.
Tento sempre ter bons sentimentos para com as pessoas com quem lido, mas às vezes, á pessoas que me tiram do sério e até me apetece agarrá-las pelos colarinhos e perguntar em que mundo é que vivem?

T: Trabalho.
Esta palavra foi a mais difícil de engolir este ano. Tanto eu como o Carlos conseguimos a “proeza” de ficar sem trabalho no mesmo ano e em alturas diferentes e voltar a trabalhar em tempo recorde. Olhando para as estatísticas do desemprego podemos nos considerar uns sortudos.

U: Ui. As dores de cabeça que me atormentaram bastante este ano. Eu costumo ter algumas dores de cabeça mas acho que este ano ultrapassou tudo quanto tinha limites, mas acho que descobri o remédio, vamos a ver por quanto tempo.

V: Virtuais. Amigos Virtuais, por causa dos blogs e do fórum onde participo, “ganhei” alguns amigos virtuais, a Géninha, a Sandra Silva entre outros.

X: Não me recordo de nada.

Y: Não me recordo de nada.

Z: ZZZ... Dormir, acho que vou acabar este ano com um saldo de horas dormidas negativo, onde quer que me encoste durmo, o ano que vem vou tentar dormir mais, não sei se vou conseguir...

Deixo - vos este pequeno texto que é de um SMS, mas adaptei-o para este fim.
Deste ano, guardem o que é bom de guardar e vivam o próximo.
Desejo que o 2007 vos traga muita alegria, felicidade, paz e bem-estar. Por isso já para prevenir e antes que 2006 acabe, antes que a memória se apague e vocês se esqueçam completamente de mim, antes que a Internet fique “entupida”, antes de ficar com os copos (o que para mim é difícil) e perder o juízo desejo-vos um 2007 sempre a abrir.
Bom ano a todos e que entrem com os dois pés bem assentes no chão.



4 comentários:

Carla_ disse...

H de ... tambem não sei :)
Olá moça :)

Sandra disse...

Olá Carlinha, obrigado pelo post.~
Beijinhos meus e do Carlos....
Espero receber mais visitas tuas...
Sandra

amoraxita disse...

ola... espero k esteja tudo bem!! decidi fazer uma visita!! e desejar-t um bom ano novo. que todos os teus desejos se realizem, nao num piscar de olhos pois ixo nao teria graça alguma; mas que no final de cada luta saias vencedora ;) beijokas

Sandra disse...

Olá amoraxita, obrigado pelo comentário e pelos desejos, retribuo também...
Não tenho tido muito tempo para fazer coisas no blog, mas prometo que em breve vou trazer novidades...
Beijos a todos.