quarta-feira, junho 20, 2018

Portugal e os seus recantos....

Enquanto quase todos vem o jogo de Portugal....

Beijinhos
Sandra C.

segunda-feira, junho 18, 2018

Viagens de sonho- Parte Um...



Viajar... todos nós gostávamos de poder viajar mais.
Como diz alguém "Viajar é aprender a ver o mundo com um novo olhar.." "(...) é mudar a roupa da alma.". A vida seria tão mais proveitosa, se todos os meses pudéssemos viajar três dias...

Eu não conheço muitos países, alguns locais de Espanha (estivemos em Madrid na passada semana), Reino Unido (mais concretamente Londres) e alguns locais da Grécia (Creta e Santorini.

Penso que já anteriormente falei aqui do meu gosto por Londres. Adoro essa cidade, por mim ia lá todos os meses...
Existem no entanto outros destinos que gostava de ter o prazer de visitar:
                                                                                      Imagem from: http://www.radynacestu.cz/
Veneza- Nem eu sei bem porquê, mas desde pequena que falo nisto... que um dia gostava de ir a Veneza. Parece-me ser um local único, todos aqueles túneis e recantos e as gôndolas, conferem-lhe aquele ar misterioso e romântico.
Para quem não sabe Veneza é uma ilha formada por 124 outras ilhotas. Esta ilha tem 2 pontes que ligam a ilha ao Continente, uma delas também faz esta ligação por comboio.
As gôndolas são mais de de 400 e uma viagem numa delas pode rondar os 80 € e ficar ainda mais caro se for depois das 19h00.
Podem saber mais sobre Veneza pela página "Italia per Amore"

                                                                    Image from https://www.e-dublin.com.br/
Escócia- Todo aquele verde, único faz-me viajar ao encontro de seres que viveram naqueles lugares e de bruxas e os seus encantamentos.
Acho que me ia sentir verdadeiramente em casa e sempre ansiando que me aparecesse uma lendária criatura!
Saibam mais sobre a Escócia pela página Welcome to great Britain

Amesterdão- Uma cidade que me fascina, todos aqueles museus, bicicletas, a vasta diversidade cultural. De alguma forma estava vasta diversidade faz-me lembrar Londres, mas com certeza com características diferentes. Adorava visitar o mercado das flores, dar um pulinho à casa da Anne Frank (se em que já ouvi dizer que não tem muito que ver).
Amesterdão seria um daqueles locais para explorar ao máximo.
Em qualquer altura do ano deve ter os seus encantos. Já estivemos para lá ir na altura do inverno, mas acabamos por não ir para grande pena minha! Mas não está esquecida!
Saibam mais sobre o que visitar em Amesterdão 

                                            Image from http://www.traveloverblog.com


Estas são algumas sugestões das minhas viagens de sonho... mas tenho mais!
Já conhecem estas paragens? Quais são as vossas viagens de sonho?

Beijinhos
Sandra C.

sábado, junho 16, 2018

Para tudo na vida existe um recomeço... nunca perca a esperança!

           
                                                                     Foto by Pinterest

Encontrei este texto no outro dia numa publicação de uma amiga e fiquei com ele na memória.
Apesar do autor ser desconhecido, merece ser partilhado e ao lermos pensar nele e na sua mensagem...
Não o publico por nenhuma razão em especial nem por nenhum motivo em particular, apenas porque sim, porque gostei!

"A nossa vida oscila de uma forma assustadora: um dia, estamos a sorrir, a comemorar alguma conquista (por pequenina que seja) e, no outro, choramos ao nos depararmos com obstáculos imprivisíveis causados por terceiros, por aqueles que só nos querem ver no fundo...

Rimos no fim de semana com os amigos e enfrentamos um problema no trabalho na segunda, tecemos inúmeros planos e nos frustramos com a maioria.
Chega um momento nas nossas vidas, em que desanimamos tanto, que nos questionamos se tudo não passa de ilusão.

A nossa fé começa a falhar e o medo tenta entrar na nossa casa a todo o custo. 
No meio da tempestade perguntamo-nos se "Alguém" está mesmo a ouvir-nos. 
Porque tudo tem dado tão errado ultimamente e, olha, parece que as coisas ruins vêm à tona de uma vez só, até parece que combinam.

Mas, nós não somos uns coleccionadores de derrotas, somos uns coleccionadores de histórias, de aprendizados, não importa quantos 'nãos' ainda vamos receber, quantas despedidas, quantos fins e adeus... Nunca nos esqueçamos que, nós somos capazes de recomeçar. 
Já não vamos perder de vista as possibilidades tão lindas e, não vamos permitir que as dores sejam maiores.

Às vezes, quando a tempestade vem, os ventos são fortes demais e então tememos que tudo será destruído...

Mas, não permitamos que a ansiedade, o medo e as dúvidas abalem a nossa paz interior.
Não deixemos que tempestade alguma, leve embora a nossa coragem e, quando não soubermos para onde ir, lembra-te que, nos braços um do outro, encontramos proteção.
Que ali, toda a dor transforma-se em amor e todas as feridas são restauradas.
Lembra-te que ali é o melhor lugar para nos abrigarmos.

Não estamos livres das tempestades, mas também não estamos sozinhos. 
Nos momentos mais difíceis da nossa vida, pode até parecer que estejamos sós, mas temo-nos sempre e incondicionalmente um ao outro.

A tempestade pode ser o momento ideal para lapidar a nossa paciência, para nos dar uma força e, uma fé inabalável. Pode ser o momento ideal para as oportunidades, para nos transformar e nos fazer ver coisas que antes não víamos..."

(Autor desconhecido) 

Um bom fim-de-semana!
Beijos e abraços
Sandra C.


terça-feira, junho 12, 2018

A viagem dos 100 passos...



Não, este filme não é recente, mas gosto muito de o ver.
Descobri-o através de um amigo que me falou do livro, por saber do meu particular gosto pela culinária e por experimentar novos sabores....
O livro não o cheguei a comprar, mas o filme nesse fim-de-semana a seguir vi-o e adorei.
Emocionei-me, ri, chorei....  pois trata de assuntos delicados.
Dos emigrantes e da sua condição num país estranho.
De culturas diferentes e de como isso pode influenciar a vida e a maneira de estar de cada um dos intervenientes.


Mas efectivamente, o amor prevalece!
O Amor está presente! De várias maneiras distintas... O amor romântico, o amor parental e o amor pela culinária prevalece e se bem que existam muitas criticas este filme é lindo!

No fim-de-semana que passou voltou a dar na TV e nós voltamos a ver!

Só me falta ler o livro, o autor é Richard C. Morais e um dia destes vou comprá-lo!

Quem já leu o livro ou já viu o filme?

Beijinhos
Sandra C.