terça-feira, agosto 29, 2006

Crónicas da vida de um gato

Olá, esta semana venho cá só cumprimentar-vos e deixar aqui um poema do nosso Fernando Pessoa. Está cá uma caloraça, não faço outra coisa se não andar deitado por ai...
Miauus e turrinhas para todos.... do vosso amigo Neco....

GATO QUE BRINCAS NA RUA

Gato que brincas na rua

Como se fosse na cama,
Invejo a sorte que é tua
Porque nem sorte se chama.
Bom servo das leis fatais

Que regem pedras e gentes,
Que tens instintos gerais
E sentes só o que sentes.
És feliz porque és assim,

Todo o nada que és é teu.
Eu vejo-me e estou sem mim,
Conheço-me e não sou eu.

Fernando Pessoa

2 comentários:

isabel disse...

olá tia e a isabel e o bruno

quero so dar muitos beijinhos para ti e para o carlos para os avós

beijinhos da isabel e bruno

Sandra disse...

Olá bom dia!
Muitos beijinhos para vocês também...