terça-feira, novembro 14, 2017

A Luz de Lisboa

No domingo resolvemos ir até Lisboa... normalmente fazemo-lo por alturas do Natal, mas a ideia era os pequenos andarem de comboio para sairmos no Rossio.
Para eles foi toda uma excitação, normalmente anda-se de carro e eventualmente de metro.
De comboio é raro.Mas fiquei triste, a chegada ao Rossio, já não tem a magia de outrora... tudo a correr, policias a intervir por terem apanhado alguém sem bilhete. Enfim...


Seguimos caminho até à baixa, o sol sabia mesmo bem, apesar do ventinho frio...
Pensei subirmos no elevador de Santa Justa, mas rapidamente perdi a vontade, umas filas enormes😞
Continuamos a descer e apesar de vermos muitas pessoas na rua, principalmente estrangeiros (por vezes questiono-me se estou mesmo em Lisboa) e ao chegar ao Arco da Rua Augusta  resolvemos ir ver... achei carote, pagar 2,50€ para subir lá cima para ver Lisboa, ou melhor que os adultos pagassem ainda aceito, agora uma criança 8 anos pagar igual... não acho bem, isto para não me alongar mais!!
A vista lá de cima é deslumbrante, Lisboa e todo o seu esplendor magnifico!


Resolvemos vir de volta e irmos à missa do 12h00 à minha adorada igreja de São Domingos.
Entrar naquele lugar é algo que não consigo explicar, uma emoção enorme, mas ao mesmo tempo uma paz. Não tirei fotos, mas fui espreitar mais um pouco deste lugar especial e sem dúvidas continua a ser a minha igreja preferida em Lisboa.
Não me vim embora sem antes deixar uma vela por cada um de nós a Nossa Senhora de Fátima, uma mania minha da altura em que trabalhava na baixa, todos os sábados passava por lá bem cedo para acender uma vela...

Almoçamos na Rua das Portas de Santo Antão e resolvemos vir dar mais uma volta e ir à descoberta de ruas por onde poucas ou nenhumas vezes andamos.
Subimos a Rua da Madalena, atravessamos para ir para a Rua de São Mamede e qual não foi o nosso espanto ao descobrir uma igreja Ortodoxa que após pesquisa fiquei a saber ser a Igreja Ortodoxa Romena, com muita pena fiquei por não estar aberta.
Mais acima encontramos o Teatro Romano de Lisboa, não foi a primeira vez que tinha visto o espaço, mas agora está um pouco mais cuidado...


De seguida começamos a andar em direcção ao Largo das Portas do Sol, onde está a estátua de São Vicente e mais uma vez temos uma vista de cortar a respiração para o Tejo, para o Panteão e outros locais...

Resolvemos vir em sentido de Alfama e adorei o espaço, normalmente passamos nestas zonas por alturas dos Santos e à noite... sem dúvida que o dia também tem a sua magia e descobrimos recantos fantásticos!

E uma senhora a vender ginginha à porta da sua casa, limitando-se apenas a esperar que as pessoas passassem. Como se fosse algo de natural... adorei o propósito e esta simplicidade de ser bairrista!!

O caminho foi feito a passar pela Sé... eram tantas mas tantas as pessoas, que nem dava vontade de entrar... mas entramos, se lá estivemos 5 minutos foi muito!
Viemos de volta ao Rossio com promessa de em breve lá voltar para descobrir mais recantos desta nossa linda Lisboa, que apesar de algo suja, confusa e em constantes obras de Santa Engrácia a todos encanta!

Lisboa é Linda!!!

Beijinhos a todos!
Sandra C.

2 comentários:

  1. O Comentário que a Isa Sá simpaticamente deixoue que eu apaguei sem querer foi:
    "Bonitas imagens. Até já me senti a viajar um pouquinho por aqui!"

    Obrigado Isa pelas simpáticas palavras!

    Beijinhos
    Sandra C.

    ResponderEliminar

Pode comentar... o Bluestrass não morde!