quinta-feira, maio 25, 2017

Vamos festejar no dia da espiga!


Este tema não é novidade por aqui, em 13 de Maio de 2010 também publicava o post sobre este assunto.

Dia da espiga, dia por muitos esquecido, mas os mais antigos lembram-se que este dia era importante.

Estes festejos são já muito longínquos, desde o séc IV, em Jerusalém, que neste dia se fazia a bênção dos campos e o povo oferecia, os primeiros frutos que existia nas suas culturas.

Também passou a chamar-se Quinta-feira da Ascensão, pois festejava-se a Ascensão de Jesus ao céu, quarenta dias após a ressurreição.

Quanto ao lado pagão deste dia, não se trabalhava, bailava-se, cantava-se e apanhava-se a espiga.
Ou melhor, o ramo que misturava várias plantas, como malmequeres, papoilas, ramo de oliveira e a espiga. Este ramo colocava-se atrás da porta para "garantir" que o pão não acabasse naquela casa.

Também descobri que este raminho, deveria ser colhido entre o meio dia e a uma hora e que se devia rezar três Avé-Marias e três Pais-Nossos, esta tradição era seguida na Beira Litoral.

Em algumas zonas do Alentejo, tinha-se a crença que o ramo da espiga tinha de ter cinco espigas de trigo, cinco folhas (não será antes ramos) de oliveira e também várias flores brancas e amarelas.
O significado era então para que não faltasse, trigo, azeite, ouro e prata.
Rezavam ainda cinco Avé-Marias, cinco Pais-Nossos e ainda cinco Gloria Patri.

Muitas outras tradições existem neste nosso Portugal associado ao dia da Espiga, todas elas sempre relacionadas com a agricultura e a pecuária.

Pena que nestes nossos dias, se tenha perdido alguns destes costumes e ser um dia que passa literalmente ao lado das nossas vidas sempre tão atarefadas.

Informações obtidas através de pesquisa na net:
http://sarrabal.blogs.sapo.pt/
http://asenhoradomonte.com/blog/

Quem quiser ouvir a canção do Dia da Espiga, pode ouvir aqui 

Sem comentários: