sexta-feira, maio 23, 2008

As realidades da vida...

Agora pelos preparativos do casamento, fomos fazer o CPM (Curso pré-matrimonial) e uma das muitas coisas de que se falou foi do Planeamento Familiar.
Um dos casais que dava o curso tinha cinco filhos, os outros dois tinhão ambos três filhos.
Nos dias que correm é de louvar quem tem capacidade financeira, física e intelectual para tal...
Eu falo por mim, gostaria de ter dois filhos, mas provavelmente só teremos um.
E porque não os dois perguntam vocês?
Porque a idade já pesa (sobre a minha pessoa, claro está) porque a estabilidade profissional é escassa e vejo a cada ano as coisas a tornarem-se mais complicadas, enfim... podem estar a pensar que sou mais uma derrotista e por isso é que o nosso país não avança... blá, blá, blá...
Mas a realidade da vida é esta!!
Se duvidam, reparem neste exemplo:
Decidimos casar há um ano atrás, nesse espaço de tempo fiquei sem trabalho, logo após ter começado a tratar dos primeiros pormenores, não baixei os braços e em Novembro já estava a trabalhar em outro local.
Nessa altura tive o cuidado de avisar a entidade patronal (burra, mil vezes burra!!) que ia casar e sempre me disseram, "não se preocupe que tudo se há-de arranjar".
Arranja, pois claro está, a coisa foi tão bem arranjada, que depois de 31 de Maio (o dia em que termina o 1º contrato), vão fazer uma adenda (adoro este nome) de dois meses, porque em Agosto "eu decidi ir de férias". De férias?? Não, eu vou gozar os dias de casamento, mais os dezasseis dias de férias... É um direito meu!! Se faz favor!!!
Em Setembro se quiser voltar, espera-me um novo contrato de 6 meses... (Novo VS Novo emprego)
Agora digam-me lá... a realidade da vida qual é??
É esta! Trabalhos precários, horários não compativeis com qualquer tipo de vida familiar, salários de fazer chorar as pedras da calçada.
É assim... as realidades da vida!!!