quarta-feira, novembro 19, 2008

Ele há dias assim...

Ele há dias assim, uns melhores, outros piores. O dia de hoje foi um desses dias menos bons!
Eu só queria as 18.00 horas para pular fora daquele sitio, sentia-me quase a rebentar de ansiedade...
Se hoje é quarta-feira e já estou assim, o que fará na sexta...
Quem trabalha num call-center, não tem a vida facilitada, para além de estarmos a atender clientes, muitas vezes sem um pingo de educação, ainda temos protocolos, normas de procedimentos, tempos para isto e para aquilo...Aaaaahhhhhh!!!!!
Tirem-me daqui, ás vezes é o que me apetece dizer, tirem-me deste filme!
O que vale é que o dia hoje não foi bom, em contrapartida o dia de ontem foi bom e o dia de amanhã será aquilo que Deus quiser...
Acho que estou a precisar de um banho de imersão, da música da Sarah Brightman.
Esta música que aqui deixo, não é das mais conhecidas mas é muito bonita, ao ouvi-la apetece-me dançar...

Anytime, anywhere - Sarah Brightman

Strade son' cambiate.
Faccie son' diverse.
Era la mia città.
Non la conosco più.
La ora io sono solo un' estranea
Senza patria.

I remember you were there.
Any one emotion.
Any true devotion.
Anytime, anywhere.

Case son' cambiate.
Voci son' diverse.
Era la mia città.
Non la conosco più.
La ora io sono solo un' estranea
Senza patria.

I remember you were there.
Any one emotion.
Any true devotion.
Anytime, anywhere.

Tanti, anni son' passati.
Vite son' cambiate.
Era la mia città.
Non la conosco più.
E ora io sono solo un' estranea
Senza patria.


1 comentário:

Michela disse...

Eu gosto muito mesmo desta música. Mas sou curiosa para entender o arranjo musical me lembra uma outra versão mais clássica de algum grande nome em compor. Você sabe me dizer se sim, qual é?