sábado, janeiro 27, 2007

Por blogs já antes navegados...

Olá a todos! Em primeiro lugar muito obrigado pelas visitas, esta semana tive um pequeno problema e não pude editar "Por entre tachos e panelas" mas também convém dar descanso aos gulosos, não é???

Esta semana no "Por Blogs já antes navegados" vou chamar a atenção para um blog que alguns que visitam o meu já conheçem. o Blog dos porquinhos rebeldes, gosto imenso de ir visitar este cantinho por causa dos simpáticos porquinhos sempre a fazer das suas.


Parabéns á Cátia pelo seu cantinho.



Podem visitar este blog em http://porquinhosrebeldes.blogspot.com/


domingo, janeiro 21, 2007

Por blogs já antes navegados...

Olá a todos!
Por saber que este cantinho anda muito abandonado, hoje resolvi sentar-me ao computador e pensar como havia de dar uma nova vida ao meu Bluestrass.
Então resolvi começar por fazer uma coisa, visitar outros blogs e procurar páginas interessantes e deixar aqui os meus comentários , convidando que vem ao meu blog a visitar outros cantinhos.
Hoje vou começar por uma página que descobri sem querer e que me deixou fascinada ou não fosse eu fâ do Gerês, neste blog http://caminhadas-no-geres.blogspot.com/, podem espreitar cantinhos do Gerês e de outros pontos de Portugal, uns que quem lá foi reconheçe-os e outros que são uma autêntica surpresa.

Aconselho sem dúvida a ir visitar este "Viagens pelo meu Gerês e não só... ".
Beijinhos para todos e um bom fim-de-semana

Porque fazemos isto?

De manhã levantamo-nos quase sempre virados para o mesmo lado da cama, depois começamos o nosso dia e sem nos apercebermos, fazemos as mesmas coisas da mesma maneira, se calhar há anos seguidos e nem damos conta que as fazemos. Será um hábito, será... que somos “maníacos” por fazer estas coisas estranhas?
Quando era mais pequena tinha algumas manias esquisitas, no entanto nunca comentei as mesmas com ninguém... Por exemplo não gostava de números ímpares (ainda hoje confesso que não gosto, mas já não me incomoda tanto) tudo quanto fazia que tivesse de conter números tinha de acabar em par, dava-me ao trabalho de contar os azulejos do chão para conseguir pisar pares, como adorava apanhar pedras e conchas, tinha que trazer números pares para casa, as canetas e os lápis no meu estojo eram aos pares...
No outro dia a falar com alguém, a pessoa dizia-me que se passasse por uma prateleira em que estivesse livros, se algum deles estivesse com a lombada virada ao contrário, ia lá e punha-a da maneira correcta e eu pensei... eu também faço isso. Será que somos todos assim?
Que manias esquisitas é que vocês têm? O que pensam delas? Acham normal ter este tipo de atitudes?

sexta-feira, janeiro 19, 2007

Sugestões para o fim–de-semana

Flamentango em Sintra:
Pode ver a partir de hoje um espectáculo que reúne um encontro entre o Flamenco e o Tango, uma produção da Compañia Maria Serrano.
Sem dúvida para quem é apreciador de dança, que será surpreendido por um espectáculo diferente e inovador.
No Centro Cultural Olga Cadaval.
Mais informações em www.ccolgacadaval.pt

Teatro - Amor de Perdição:
Não se assuste. É o mesmo Amor de Perdição que conhece, mas numa versão, digamos que diferente, inesperada e surpreendente, ou não fosse este espectáculo feito de quinta a sábado ás 24.00. Para quem não gosta de beber muitos cafés pode sempre ir á sessão dos domingos ás 19.45.
A história é recriada pelo Grupo Teatral “d´As Entranhas”, o texto original é respeitado, no entanto a encenação e produção nada têm a ver com o que nós conhecemos. Entre músicas de Lena d´Água e Roberto Carlos e um guarda-roupa ousado, esta é sem dúvida uma peça a não perder.
Até 17 de Março, no Átrio do Teatro Nacional D.Maria II.

Teatro – Moby Dick
O nome Moby Dick, diz-lhe algo, é-lhe familiar? Eu tenho uma vaga ideia de associar este nome a uns desenhos animados, mas não tenho a certeza.
O livro não li (mea culpa), mas Moby Dick é um clássico da literatura americana de Herman Melville, a adaptação da obra foi elaborada pela dramaturga Maria João Cruz e encenada por António Pires. Em palco os actores são Maria Rueff, Miguel Guilherme, Graciano Dias, João Barbosa, José Airosa, Miguel Borges, Milton Lopes, Ricardo Aibéo e Rui Morisson.
Esta é uma peça que segundo a actriz Maria Rueff “ podemos encontrar todas as nossas dúvidas face a grandes questões (...)”
Em cena no Teatro S. Luiz em Lisboa até dia 3 de Março.

Por hoje deixo estas sugestões, espero que sejam do vosso agrado.
Um bom fim-de-semana.

quarta-feira, janeiro 17, 2007

Por Entre Tachos e Panelas

Olá a todos. Esta semana deixo-vos uma receita de massa com camarões no forno e um bolo de cenoura recheado a chocolate. Espero que gostem.

Esparguete com camarão e bacon

Ingredientes:
- Azeite Q.B.
- 2 Alhos
- 1 Cebola média
- 2 a 3 Tomates maduros
- Cravinho Q.B.
- 1 Folha de Louro
- 4 Fatias de Bacon
- 0,5 kg de Camarão
- Sumo de limão Q.B.
- Ramo de Salsa ou de Coentros
- 200 gr. de Esparguete ou outra massa Q.B.
- Queijo Mozarella ralado

Preparação:
Faz-se um refogado com o azeite, os alhos picados, a cebola picada, o tomate, o cravinho e o louro.
Quando o refogado estiver apurado, junta-se o bacon e o camarão em pedacinhos. Deixa-se refogar mais um pouco e por fim adiciona-se o sumo de limão e as ervas picadas.
Coze-se o Esparguete em água, sal e um pouco de azeite até ficar “all dente”, escorre-se a água.
Numa pirex deita-se em camadas o esparguete e o refogado.
Cobre-se com o queijo mozarrela e leva-se ao forno a gratinar.
Serve-se com uma boa salada.
Bom apetite

Bolo de cenoura recheado a chocolate

Ingredientes:
- 6 Ovos
- O mesmo peso dos ovos em açúcar
- 100 gr. de Cenoura cozida
- 100 gr. de Amêndoa ralada
- Sumo de 1 limão
- 1 Colher de sopa de farinha

Preparação:
Batem-se as gemas com o açúcar, junta-se em seguida as amêndoas, a cenoura que depois de cozida é passada pelo passe-vite, depois as claras em castelo e por fim a farinha previamente desfeita no sumo do limão.
Vai ao forno numa forma untada com margarina e polvilhada com farinha. Quando estiver cozido, abre-se o bolo e recheia-se com chocolate previamente derretido em banho – maria ou com ovos - moles. Cobre-se o bolo com o mesmo recheio.
Bom apetite.

domingo, janeiro 14, 2007

Por Entre Tachos e Panelas

Olá a todos. Em primeiro lugar um bom ano de 2007 para todos os que me vem visitar no meu cantinho.
Mais um ano está ai, vou continuar a deixar-vos algumas receitas que encontro e que acho interessantes partilhar convosco.
Esta semana deixo uma receita de peixe no forno, deixando ao vosso critério qual o peixe que pretendem fazer com esta receita, tal como já referi algumas vezes na cozinha a nossa imaginação é o principal ingrediente. Deixo-vos ainda a receita de um doce que faço na minha casa há muitos anos e sai sempre bem.


Peixe com Natas e Mostarda
(Esta receita foi retirada do livro “Coisas Boas” e a receita original é feita com Garoupa, os ingredientes são para 4 pessoas)

Ingredientes:

- 4 Postas de Peixe
- Mostarda q.b.
- Margarina q.b.
- Sal a gosto
- 2,5 dl de natas
- Sumo de limão a gosto

Preparação:
Lava-se e tempera-se o peixe de sal, barra-se as postas de peixe com mostarda. Coloca-se o peixe numa assadeira e coloca-se bastante margarina (pode sempre optar por azeite), vai ao forno a assar, vá regando o peixe com o próprio molho para não secar.
Quando o peixe estiver quase assado, deite as natas, ligeiramente batidas e com um pouco de sumo de limão e deixe assar mais um pouco.
Pode servir-se com puré de batata, legumes cozidos ou com uma salada.
Bom apetite


Cassata Vera

Ingredientes:

- 1 Lata de leite condensado
- 1 Lata de leite normal
- 4 Ovos
- 1 Tablete de Chocolate de cozinha
- 150 gr de Palitos La Reine

Preparação:
Abre-se a lata de leite condensado para dentro de um tacho, com a lata mede-se uma medida de leite normal, as 4 gemas e leva-se ao lume até engrossar.
Coloca-se o creme dentro de uma taça a arrefecer.
De seguida derreta a tablete de chocolate com um pouco de leite. Este chocolate vai servir para molhar os palitos La Reine que se vão colocando sobre o creme.
Bate-se as 4 claras em castelo ás quais se vai juntar as natas e volta-se a bater até fazer um creme tipo chantily. A este creme eu não costumo adicionar açúcar, pois a receita já é suficientemente doce, mas isso fica ao vosso critério.
Coloca-se este creme por cima dos palitos e leva-se ao frio (de preferência ao congelador para ficar com um aspecto de gelado).
Quando servir pode enfeitar com amêndoas torradas, morangos e/ou raspas de chocolate.
Bom apetite.