sábado, março 03, 2007

Retrato de uma Menina-Mulher


Era uma vez uma menina,

Frágil e pequenina,

Em busca do sonho perdido.

Trazia na voz o lamento,

No olhar a ternura,

Na pele proféticas marcas

De uma vida repleta de amargura.

Queria abraçar o mundo

Com um único abraço,

Desejava sentir calor humano

Na frieza e na força do embaraço...

Sonhava mais e mais,

Mas seus sonhos caíam por terra,

Criando lados desiguais.

A menina cresceu

É hoje uma mulher;

De memórias recalcadas,

Feridas mal cicatrizadas,

Não esquece tudo, de bom e de mau,

Que outrora viveu...

Traz no coração a saudade,

Na alma o desejo veemente

De conquistar a verdade

Na indiferença aparente.

Ela é a menina-mulher

Por quem lutaste e morreste;

Ela sabe, sente, acredita

Que tu não a esqueceste!


Teresa Sousa

1 comentário:

Sandra Silva disse...

é lindo esse poema .... muito mesmo...

Continua com este blog , que é maravilhoso , cheio de energias positivas, cheio de cultura, continua assim amiga :)